como tirar cicatriz

Como tirar cicatriz

As cicatrizes são algo que costumam incomodar muito as pessoas, principalmente as mulheres que se preocupam mais com o lado estético.

Elas podem ser derivadas de diferentes causas: acidentes, estrias, machucados, cirurgias, queimaduras, dentre outros. Além disso, podem apresentar diferentes tamanhos, espessuras e texturas.

Por muito tempo, acreditava-se não haver soluções para tirar cicatrizes, mas com estudo e tecnologia algumas opções surgiram para ajudar a reduzir e melhorar o seu aspecto.

cicatriz
homem com cicatriz nas mãos

Dicas para reduzir cicatrizes

A seguir, vamos listar algumas das opções que existem para ajudar a eliminar ou reduzir as cicatrizes na pele.

Vale lembrar que cada caso é um caso, ou seja, algumas pessoas conseguem obter resultados mais expansivos, enquanto outras podem alcançar uma redução mas não a eliminação total.

Veja quais são os tratamentos:

Massagem

A massagem terapêutica ajuda a estimular a região da pele com a cicatriz e colabora para que ela “solte” da pele. Para essas massagens são utilizados óleos essenciais próprios para reduzir as cicatrizes.

Como fazer massagem para reduzir cicatrizes?

O primeiro passo é aplicar o óleo topicamente na região da cicatriz, após isso é necessário fazer pressão com os dedos e realizar movimentos circulares em volta da cicatriz. Essa técnica serve para que a cicatriz solte da pele, logo, é preciso realizá-la várias vezes.

Tratamento estético

Hoje em dia, existem mais tecnologias que ajudam na redução de cicatrizes. As clínicas de estética realizam procedimentos que deixam a cicatriz mais fina, com menor tamanho e melhor aparência.

Dentre as opções de tratamento estão o uso de laser, o peeling, radiofrequência e ultrassom. A abordagem correta será avaliada pelo especialista da área, de acordo com o caso de cada paciente.

Cremes clareadores

Os cremes clareadores são opções para aquelas cicatrizes antigas que devido a exposição no sol ficaram com um aspecto manchado.

Esses cremes atuam então como um uniformizador da cor da pele, devendo ser aplicado somente na região da cicatriz.

Tratamento com vácuo

O chamado tratamento com vácuo trata-se do uso de ventosas de silicone que sugam a pele, criando um vácuo e liberando a aderência da cicatriz.

Esse material pode ser comprado online ou em lojas de produtos estéticos, porém o indicado é que o procedimento seja realizado por um profissional da área.

Como é feito o tratamento a vácuo?

Para obter efeitos na cicatriz com o vácuo, é primeiro aplicado um óleo ou um creme na região da pele, depois deve-se colocar a ventosa na cicatriz e depois soltá-la, de modo a liberar a aderência. O processo deve ser feito em torno de 5 minutos.

Cirurgia para remoção de cicatriz

Em casos onde as formas de tratamento citadas acima não fornecem o resultado desejado para a pessoa, é possível optar pela cirurgia de subcisão.

A cirurgia de subcisão trata-se de uma cirurgia plástica que tem como objetivo remover a cicatriz da pele ou deixá-la o menos aparente possível, por meio de técnicas que reduzem o tamanho e uniformizam a pele.

Essas cirurgias são novidades no mercado e tem alcançado bons resultados para os pacientes. É válido sempre ressaltar que devem ser feitas por profissionais qualificados e especializados na área, para a sua maior segurança.

remoção de cicatriz
mulher tendo cicatriz removida em procedimento estético

O que pode piorar a cicatriz?

Alguns fatores influenciam para que a remoção da cicatriz seja ainda mais difícil.

Como por exemplo:

Exposição ao sol

Se a região da cicatriz ficar muito exposta ao sol, pode criar manchas e ficar mais evidente;

Localização da cicatriz

Algumas partes do corpo devido a alta movimentação ao longo do dia, podem piorar a cicatriz, como os joelhos e cotovelos.

Excesso de açúcar

O consumo do açúcar dificulta a cicatrização da pele;

Idade

Quanto maior a idade da pessoa, mais lento e difícil é o processo de cicatrização.

Além dos fatores citados, outros também podem influenciar na cicatrização e no tratamento, por isso a dica é consultar um especialista para verificar qual o seu caso.

Cadastre-se para receber as próximas novidades!