Disfunção erétil: conheça os sintomas e o tratamento

Disfunção erétil

A disfunção erétil é bastante comum e afeta cerca da metade dos homens com idade igual ou superior a 40 anos. Ela prejudica não só o bom funcionamento do corpo masculino mas também a autoestima de quem possui.

Apesar da grande quantidade de malefícios que o disfunção erétil traz para as pessoas, ela pode ser tratada de uma forma segura.

Descubra o que é, as suas causas, os sintomas e como funciona o tratamento completo.

O que é disfunção erétil?

Disfunção erétil, também conhecida pela sigla DE, é o nome que damos para a dificuldade de ereção do pênis ou da adversidade para conseguir a sua permanência no estado ereto.

Causas e sintomas

As suas causas pode ser tanto doenças crônicas quanto problemas psicológicos. A verdade é que para possuir uma vitalidade satisfatória na ereção o corpo depende de vários fatores.

Até para os médicos e outros profissionais da saúde mais especializados na causa fica difícil apontar de cara a causa para a disfunção erétil do paciente em questão. Em muitas vezes, há também mais de uma causa para ser tratada.

Para descobrir o que está causando a sua dificuldade de ereção, o mais recomendado é o contato com um profissional da saúde junto com todos os procedimentos solicitados. Isso é indispensável.

Dentre as causas físicas e psicológicas existentes, podemos citar alguns que fazem parte da seleção dos mais recorrentes:

  • Tabagismo: o consumo excessivo de tabaco diminui o nível de pressão direcionada para o pênis, dificultando a sua completa ereção.
  • Alcoolismo: após ter consumido álcool, o corpo masculino apresenta uma menor capacidade de manter o pênis ereto.
  • Doenças cardiovasculares: devido ao menor volume de sangue chegando no pênis causado por doenças cardiovasculares como o alto colesterol ruim, este é outra fator prejudicial.
  • Diabetes: esta doença é contra o processo de ereção pois atinge negativamente tanto os vasos sanguinos tanto quanto os nervos.
  • Obesidade: o peso elevado diminui a circulação de sangue pelo corpo de modo geral, em todos os aspectos.
  • Insegurança: a falta de segurança com si mesmo faz com que, na hora H, os homens não consigam estar confortáveis para a relação sexual.
  • Depressão e ansiedade: problemas psicológicos como depressão e ansiedade são sérios e precisam da ajuda de um psicólogo, atente-se aos sinais.
  • Estresse: para a sua ereção ser atingida de uma forma adequada você precisa estar relaxado.

Dentre os sintomas comuns apresentados pelos homens que sofrem de impotência sexual, estão:

  • Impossibilidade de conseguir ereção.
  • Problema ao tentar manter-se ereto.
  • Diminuição do libido: o que já inclui os fatores psicológicos como ansiedade e depressão; ou hormonais como baixo níveis de testosterona.

O tratamento da disfunção erétil

As formas de tratar a disfunção erétil são muitas, devido ao grande número de possíveis causas. Muita gente recorre de logo de cara às farmácias a procura de remédios para disfunção erétil, como medicação injetável para lidar com a impotência sexual.

Como sempre costumamos apresentar como recomendação neste site, o Dicas Importantes, a ida à um hospital ou a um médico particular da família, seja lá quem for, desde que capacitado para lhe dar o diagnostico preciso e um tratamento ideal para a cura, é essencial.

A seguir está a lista que criamos com alguns métodos de tratamento mais comumente e utilizados para a cura da disfunção erétil. Observe a todos com bastante atenção para ter ao menos uma noção dos cuidados que precisarão ser tomados no combate à disfunção erétil.

Alteração do estilo de vida do paciente

É indispensável que, para o tratamento da disfunção erétil ter bons resultados, algumas mudanças no estilo de vida precisam ser realizadas.

Evitar hábitos de fumar e fazer uso de bebidas alcoólicas. Manter um alimentação saudável e praticar atividades físicas regularmente.

Injeção no pênis

A injeção peniana intracavernosa é um método que auxilia o fluxo sanguíneo para o pênis, favorecendo assim a ereção.

A sua aplicação deve ser feita em cerca de 5 à 20 minutos antes da relação sexual para obter melhores resultados.

A compra necessita de prescrição médica de um urologista capacitado, apesar do próprio paciente poder fazer a aplicação.

Conclusão

Como pudemos ver ao decorrer do texto, ter disfunção erétil não é o fim do mundo. Com as técnicas atuais de tratamento, os pacientes podem ter resultados incríveis bem como até a cura permanente.

Portanto, se você sofre com dificuldade de ereção, procure um médico e relate o que está passando. Busque o tratamento, siga ele corretamente e viva melhor. Abraços!

Não perca as novidades!