Seguro contra roubo e furto de moto

Seguro contra roubo e furto de moto

Infelizmente (ou felizmente) não podemos prever o futuro. Portanto, estamos sujeitos a eventualidades que estão foras dos nossos planos, inclusive com os nossos bens.



Por isso, o seguro automotivo ou seguro de automóveis é bastante requisitado por grande parte das pessoas que possuem carro, caminhão, ônibus ou moto.

Basicamente, o seguro automotivo é classificado em duas especieis: o seguro obrigatório (DPVAT) e o seguro facultativo.

Seguro obrigatório – DPVAT

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) trata-se de um seguro obrigatório qual todos os veículos legais em condições de circulação nacional deve conter.



Se por algum motivo o veículo esteja isento de quitação do IPVA, o seguro DPVAT precisa ser pago junto com o licenciamento anual ou com o serviço de emplacamento.

Seguro de motos (facultativo)

Para identificar o valor exato de um seguro de moto, é necessário realizar uma simulação de seguro.

Geralmente, as apólices básicas do seguro de moto cobrem roubo e furto, assistência 24 horas e guincho.

Já as outras opções mais robustas incluem sistemas de proteção contra colisão, incêndio e danos a terceiros.

No entanto, em comparação a um carro, uma moto pode causar bem poucos danos a outro veículo.

Sendo assim, a cobertura oferecida para essas situações, normalmente, costuma ser menor, algo em torno de 20 mil reais.

Motos de maiores cilindradas (potência) podem possuir seguro para terceiros de até 50 mil reais.



Tais coberturas podem variar de acordo com cada seguradora e, por isso, é indispensável pesquisar bastante antes de optar por um seguro.

A simulação de seguro de motos é simples e pode ser feita sem sair de casa, no conforto do seu lar.

Basta selecionar algumas empresas de confiança e solicitar uma cotação, informando o seus dados pessoais e do seu veículo para qual o seguro será contratado.

Seguro de motos antigas

Normalmente, não há muita diferença entre as proteções asseguradas nas apólices de contratos de seguros entre uma motocicleta nova, seminova ou antiga (usada).

A principal diferenciação ocorre em decorrência dos preços de cada apólice. O seguro de motos antigas costumam ter valores mais elevados em relação ao de motos de anos mais atuais.



Isso acontece porque as motos antigas são mais visadas em casos de roubos e furtos, pois a comercialização das suas peças serem mais fácil de negociar e vender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *